sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

fatalidade uterina





Concebida na menopausa, a mãe tentou acabar com a gravidez. Infância compensada com mimos, não entendia medos e rancores que subitamente a possuíam. Na menopausa, sem filhos, desespero e revolta minaram suas relações.

Abortou-se.



escrito em 14-12-2011

2 comentários:

dudv disse...

Realmente muita gente se aborta.

Angela disse...

Não só no simbólico, mas como neste caso- um suicídio.