sexta-feira, 28 de abril de 2017

ABISMADO



Precisava de um descanso mental. A mente saturada de letras e ideias pedia repouso. 
Começou por mergulhar alguns dicionários nas águas da baía e vê-los submergir trouxe algum alento. 

Depois foram os livros, pouco a pouco esvaziando as estantes. Quando chegou a vez das poesias, relutou um pouco. Afinal não pareciam tão responsáveis por sua exaustão. Eram leves e plenas de sentimentos.

Ao final foi mergulhando o alfabeto. Uma a uma as letras tentavam boiar, mas acabavam se desfazendo emboladas umas às outras. 

Quando chegou ao Z, titubeou. Poderia ser útil, parecia um bom gancho para prender objetos, lembrava o zumbido dos insetos e até o sono que chegava deixando seu corpo amolecido, despencando nas águas, seguindo o entulho amorfo dos papeis que afundavam para nunca mais...
 

em 25-04-2017

SHAME





Era, exatamente, o que parecia não ser.

Depressão



Seu mundo era árido e triste, quando virou de ponta cabeça. Mergulhado nas trevas lembrou que antes havia um céu que o cobria, ora luz, ora estrelado, e ele nunca havia olhado para o alto.

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

SONHOS



fotografia de Eduardo Oliveira Freire
  
Entre as grades da minha janela sonho prender a lua que, livre e bela, passeia no infinito e sorri ao me ver sonhando, tão preso a ela!
 

12-01-2017

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

Desencontro


ilustração de Dominique Fortin
 

Perdida no gelo, ela conversava com os pássaros sobre o frio e o inverno. 
Eles só faziam tentar convencê-la sobre a próxima primavera. 
Eram leves, viviam pouco e só entendiam de flores e de luz!
 

em 07-01-2017

Acervo



Olhava todas as faces que já haviam sido suas em algum tempo e lugar. Nenhuma delas servia mais e não havia espelho que o refletisse. Hoje era apenas um total descaramento! 


em 07-01-2017

Ânsia por companhia


Ele vivia enclausurado em seu quarto, em sua vida, escrevendo. Assim que terminava uma história interrompia o que ela estivesse fazendo para que o escutasse, embora nem ouvisse sua opinião. Ela cedia já que o mais seria apenas silêncio e abandono. 
 
em 07-01-2017