quinta-feira, 4 de março de 2010

Despina

frozentear - imagem da web


Com homem fogoso e expansivo, Terra teve a primeira filha que adorava. Viviam em festas até a moça desaparecer. Triste e desanimada, concebeu a segunda filha com homem mais velho, soturno e que a deixou só. Despina, largada por mãe e pai, era quieta e chorava muito. Mais feliz no inverno, se identificava com a neve e com a escuridão. Cuidava da terra e, com as geadas, alimentava o solo para que produzisse frutos e flores. Quando a irmã voltou era primavera e a mãe atribuiu a alegria e a beleza da natureza à volta da filha querida.

escrito em 28-02-2010

2 comentários:

dudv disse...

belíssimo conto. Senti a presença da essência de um mito.

Angela disse...

Sim Dudv!
Só recentemente descobri o mito de Despina,(irmã de Prosérpina)e adorei! Fiquei fã desta figura escondida e esquecida. Amadureci a história e saiu este conto. que bom vc ter gostado.