sexta-feira, 14 de agosto de 2009

Ajuste




Chegou de madrugada e entrou no prédio pela garagem. Estranhou o elevador escuro, mas muito cansada, resolveu subir sem reclamar. Quando a porta fechou, percebeu que lá dentro havia outras presenças. Os andares passavam depressa, e ao se mover dentro do espaço, continuava a sentir que não estava só. Quando parou, a luz acendeu e à sua volta, estavam conhecidos, parentes e amigos. Todos haviam sido, em algum tempo e de alguma forma, machucados ou prejudicados por ela. Pela manhã, encontraram seu corpo no poço. O elevador havia quebrado e estava interditado desde a tarde anterior.

escrito em 12-08-2009

4 comentários:

dudv disse...

Medo. Ótimo conto!

Angela disse...

dudv
algumas coisas te assustam!
São só acertos psíquicos.

:: Giselly :: disse...

Esse e o de baixo. D mais!

Angela disse...

:: Giselly ::
Gratíssima pela volta aqui!
Pelo jeito vc aprecia os mais "fortes"!