sexta-feira, 14 de agosto de 2009

Afinal!




Era a mais feia da turma e nunca conseguiu sair com rapazes bonitos e charmosos. Ficou solteira e quando a irmã mais velha faleceu no parto, passou a cuidar do sobrinho como se fosse seu filho. Hoje, o belo rapaz é cobiçado pelas meninas do bairro e da escola, mas é ela quem desfila a seu lado e o leva aos melhores lugares da cidade, tão faceira e feliz como uma adolescente.

escrito em 13-08-2009

2 comentários:

dudv disse...

A imaginação pensou muitas coisas...
Ótimo conto.

Angela disse...

dudv
Sabe Dudu,às vezes fico pensando quantos de nós, nas ruas, despreocupados, somos observados como personagens de histórias como eu faço!