segunda-feira, 13 de julho de 2009

O Fauno enamorado

Faun_Whistling_to_a_Blackbird Arnold Böcklin




Vivia em orgias e as ninfas não lhe davam trégua, mas tinha se enamorado e desde então a música e o vinho o deixavam melancólico. Não mais sentia atração pelas bacantes e o cortejo dionisíaco podia caminhar sem ele. Para não ser encontrado escondia-se nos bosques, descansava a flauta e cantava seu amor em assovios. Ao descobrir-lhe o segredo, seu amado pediu aos deuses que o transformassem em pássaro.
E assim puderam viver um encontro de almas.


escrito em 12-07-2009

4 comentários:

dudv disse...

Angela, sem palavras! Um encanto!

Angela disse...

dudv
Um fauno suave!
Obrigada.

Priscila Lopes disse...

Criativa Angela, eu agradeço pela visita ao Cinco Espinhos, pela visita ao meu espaço, pela sinceridade nos comentários...

E a parabenizo pelos teus textos.

Angela disse...

Obrigada Priscila Lopes!
Me encantaram alguns versos seus!
Foi um prazer visitar seus espaços e volto sempre que puder.
Pareces mesmo uma jovem de priscas eras (priscila!)