segunda-feira, 27 de abril de 2009

Guerra

quadro de eduardo naranjo
pintor que conheci no espaço de Douglas D.

Quando ele retornou houve júbilo e paz, mas o espaço vazio que deixara ao partir já havia sido ocupado pelo medo.



escrito em 27-04-2009

2 comentários:

dudv disse...

É tão pesado sentir medo!

Gostei!!

Angela disse...

Dudv É sim, mas sem medo não crescemos. Ele pode ser vivido como cautela e ser bom.