segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

Entre o inferno e o paraíso

sem título- autor Soth



A dor era tamanha que se sentia mergulhado no inferno. E a cada vez que a dor parava por instantes tinha o júbilo e a certeza de conhecer o paraíso, o que era suficiente para aceitar melhor o tempo interminável da dor. Era esta aceitação que o fazia consciente do que seria um purgatório.


escrito em 14-12-2008

3 comentários:

dudv disse...

Gostei.

Angela disse...

Dudv
Isto sou eu agora. Como é terrivel sentir dor deste modo contínuo...
A única coisa boa é poder colocar pra fora assim.

dudv disse...

Eu sou muito fraco para dor.