terça-feira, 11 de novembro de 2008

Um Toque de recolher

traficante carioca- foto de jornal



O celular toca e a mulher do taxista avisa: - 'Não venha pra casa. Um bando armado já deu toque de recolher ao bairro. Parece que vai haver confronto entre facções'.
Lurdinha não era de exageros, pensou, 'a coisa anda preta na cidade!' Rodando sem sossego, resolve se arriscar para proteger a esposa indefesa. Há tranqüilidade nas ruas, mas próximo de casa ouve um som muito alto! Em seu quintal o embalo rola solto e a mulher, despida e drogada, rebola para o bando de traficantes locais.

escrito em 12-10-2008

2 comentários:

eduardo disse...

Sem comentários! Excelente! Mas, eu não queria estar na pele do taxista...

Angela disse...

Eduardo
Eu também não! Além do choque ainda ter que "engolir" aquela turma da pesada, fazer o que? pobre homem, isso é mais que violência!