sexta-feira, 28 de novembro de 2008

Ciranda, Cirandinha

outdoor carioca


Outdoors espalhados pelas ruas incitam o público a fotografar irregularidades nos espaços publicos e no trânsito enviando sua foto-denúncia para a nova coluna de um jornal de grande circulação. A esposa do prefeito, comerciante de celulares com câmera, tem suas vendas aumentadas; o cunhado, responsável pela nova coluna do referido jornal, aumenta a contribuição na conta pessoal do prefeito. Este aumento de capital viabiliza a aquisição da empresa de reparos e construção civil em nome do filho mais velho, enquanto o mais novo é promovido pelo número ímpar de multas cobradas. E os alegres cidadãos sentem-se heróis engajados na moralização da cidade.

Escrito em 07-11-2008

2 comentários:

dudv disse...

Gostei. Tudo cai no lucro e num grande negócio.

Angela disse...

Dudv
Não sei se é este o caso mas no Brasil e no Rio não dá pra pensar diferente, não è?