segunda-feira, 14 de janeiro de 2008

Em meu nome?

foto de stetson





O Homem apareceu preso a uma cruz de madeira. Revoltado, saiu quebrando Igrejas e Templos. Não conseguiram prendê-lo. Após destruir a cidade, elevou-se às alturas sem os grilhões.


escrito em 07-12-2007

7 comentários:

MA disse...

O Homem zangou-se com a humanidade que veio redimir.
Forte! Muito Forte!!
Excelente e adequado à quadra que acabamos de viver ( vi a data em que foi escrito ).

Bem Haja, Angela.

dudv disse...

Faz refletir bastante, principalmente em relação aos atuais acontecimentos.

dudv disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Angela disse...

ma
É, zangou-se com tudo de terrível que fazem em seu nome!

Dudv
Acontecimentos que vêm se acumulando desde a época de Cristo, até nosso dias com os descarregos e estas Igrejas que só sabem buscar dinheiro!

125_azul disse...

Fazia mesmo mais sentido se tivesse sido assim...Beijinho

wilson gorj disse...

ângela querida,

Muito grato por suas observações.
Suas críticas são sempre bem-vindas.

E tem razão você: ando num aperreio danado. Os textos lá do blog eu os tenho postado nos fins de semana, em casa. O que é, no mínimo, complicado, haja vista que uso a velha e desesperadora internet discada (os erros são inevitáveis). Aqui, no serviço, é banda larga, mas tem sido difícil escapar das tarefas de minha múltipla função.

Continue me dando essa força.
Espero que resolvam o meu caso logo, quer dizer, que convoquem alguém para me ajudar a descascar esse abacaxi.

Abraços.

Angela disse...

Querida 125_azul
Quem sabe ainda não será, um dia destes! Com as Igrejas, com os governos... sei lá! seria bom!

Wilson
Meu querido, há fases assim na vida, tudo parece difícil, lento, complicado! Fica quietinho, deixa fluir que logo passa. Os errinhos só lembro para ajudar pois de fora, se vê melhor. O pior é esta sua situação de trabalho. Vai melhorar, acredite porque então,já melhora!
Torço por você, sabe disso!
Um abraço do tamanho do mar!