domingo, 19 de agosto de 2012

NO ESCURO


imagem do filme - institute benjamenta

No escuro,

e quieto, envolto em fantasmas e passado. Quando ela entrava a vida se iluminava, as imagens surgiam desejosas do existir através de palavras e das mãos dela sobre o teclado.

escrito em 18-08-2012

2 comentários:

dudv disse...

Lido!!!

Angela disse...

Sabe Dudv alguns pensaram em música e piano. Eu escrevi sobre um cego para o qual a mulher escrevia os contos que ele imaginava e ditava.
Cabe muita coisa em alguns minis, não é?
E vc, o que pensou?