sábado, 24 de março de 2012

Sem serventia




Gritou muito, mas ninguém acudiu. 
A companheira morreu levando consigo sua voz inútil. Nunca mais cantou.


escrito em 22-03-2012

2 comentários:

dudv disse...

Triste e belo.

Angela disse...

pobrezinho, eu fiquei morrendo de dó do pássaro aflito.