quinta-feira, 10 de março de 2011

Autocentrite



Estava cansado de médicos, de remédios, sentindo-se pior a cada dia. Atravessando a rua, viu os carros avançando e pensou que seria mais rápido e fácil dar um passo em falso e acabar com tudo. Com uma guinada rápida, o motorista desviou o veículo, mas colidiu violentamente com o automóvel ao lado. Morreram na hora e ele, atônito, viveu culpado por muitos anos mais.


escrito em 07-03-2011

2 comentários:

dudv disse...

Que tragedia e ao mesmo tempo irconico, como a vida é. Estava tão em si com seus problemas, que envolveu outras pessoas.

Angela disse...

É Dudu, a pessoa autocentrada em demasia, perde o sentido da conseqüência de seus atos.
talvez tenha tido chance de amadurecer mais.