domingo, 16 de janeiro de 2011

No inferno

531 Pascal Renoux - hands


- Toma, disse ela à serpente. Prova, é gostosa.
- Bem me lembro menina, bem me lembro. Desta vez não imagines resgatar o Paraíso passando-me o encargo que te coube. Além das culpas que já te pertencem eu não suportaria acumular mais sobre teus frágeis ombros.

escrito em 14-01-2011

2 comentários:

dudv disse...

Culpa é um fardo. às vezes a gente sente muito pesado com remorsos e culpas.

Angela disse...

Dizem que desde a tal serpente com a qual a moça não conseguiu trocar de lugar!