quinta-feira, 5 de agosto de 2010

Arbítrio

Ruth Flowers - 6

Elétrica, aos setenta estava entediada com os programas da terceira idade. Convidada pelo neto para uma festa identificou-se com a música da boate. Tanto fez que acabou treinando para DJ e incrementou a imagem tornando-se um sucesso. Em pleno palco, com uma descarga elétrica cerebral, terminou seus dias como viveu.


escrito em 04-08-2010
a partir de notícia em http://andrepollux.com.br

6 comentários:

dudv disse...

Morreu feliz, isto que importa.

LuCordeiro: disse...

Fez ela mto bem em sair fora desse estigma de terceira idade e viver toda sua elétrica juventude aos 70.E morrer assim.
Mto bom,gostei.

Angela disse...

Dudv
Espero que a sra verdadeira viva muito mais e, quando morrer que seja assim, lindo!

Angela disse...

LuCordeiro
Grata por vir aqui. Aprecio muito seus minis e agora curti seu post recente e outros mais.

Cássia disse...

Espero viver assim...

Angela disse...

Vai lá Cássia, começa agora: não se deixe acomodar!
Obrigada por vir aqui.