sábado, 5 de junho de 2010

Falência do intelecto


Envolto por imagens arquetípicas de todas as formas, tipos e cores, ele se via com imensos óculos inúteis, sentado sobre pilhas de livros. Confuso e fascinado, percebia-se cego, surdo e mudo, intelectual vexado e impotente, transportado ao paraíso por sensações inesperadas, das quais sempre zombara e tentara reduzir à coisa alguma.


escrito em 05-06-2010

3 comentários:

dudv disse...

Interessante e apocalíptico.

Angela disse...

Dudv
não é apocalipse, é crise de personalidade sob o ponto de vista psicológico, e pode ser de uma riqueza imensa!

dudv disse...

Entendi. me enganei.