quarta-feira, 19 de maio de 2010

Banheirão



Nasceu e cresceu no interior, sem ver o mar. Água em quantidade, só conhecia na grande banheira da fazenda. Em férias no litoral, na primeira vez que entrou no mar e viu o recuo da vazante correu disparado temendo ser sugado pelo ralo.


escrito em 19-05-2010

5 comentários:

dudv disse...

Interessante. Gostei.

Angela disse...

Quem nasce próximo ao mar, não pode imaginar o que seja ver e sentir a imensidão oceânica pela primeira vez!

Carlandrade disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Carlandrade disse...

Isso me deu medo... Lembro a primeira vez que fui à praia e vi aquele mundão de água! Rsultado: levei um "caixote" naquelas ondas, como diz o povo daqui de Niterói. Bjs dona Angela.

Angela disse...

Carlandrade,
sua experiência é um belo exemplo!
Obrigada pela visita.
outro beijo, sem dona!:D