segunda-feira, 26 de abril de 2010

Habilidades

foto de Andreas Stapff/Reuters

Ao vestir-se para competir no torneio com touros e cavalos, olha com desdém para seu irmão, o artesão, que não participa do evento. Habituado aos valores de seu povo, não percebe quão dura e trabalhosa é a habilidade dos que fazem as delicadas incrustações no cinturão que, vaidoso, irá exibir na importante festa da cidade.


escrito em 24-04-2010

4 comentários:

dudv disse...

Habilidades que fazem a harmonia. Gostei.

Angela disse...

Sim, dudv! E nestas terras quase que só se valoriza o rude machão que mata domina e fere!

* hemisfério norte disse...

é, às vezes descuramos os pormenores....
bjs
a.

Angela disse...

* hemisfério norte
percebi, por seu comentário, que este conto está vinculado à compreensão da mentalidade dos países do Sul da América. Há uma hiper valorização das virtudes machistas da força.
Arte, delicadeza e outras virtudes podem ser temidas em um homem!
Obrigada por estar aqui. Um bj.