terça-feira, 16 de março de 2010

Conversa íntima

A mulher em branco - Lia Costa Carvalho

Fazia algum tempo que a mania de falar sozinha tinha tomado formas estranhas. Sentia-se, de fato, dupla. - Há! Há! Te peguei! - Pensou que fosse eu e... Sou eu! Dizia a outra. Converse comigo enquanto não chego e aproveite para dizer tudo que não deseja que escutem! Diga tudo que não consegue dizer nem ao analista, prometo não ouvir!

Mas ela queria ser ouvida e então amordaçou a outra, tão forte e tão bem que não mais conseguiu respirar.


escrito em 15-03-2010

2 comentários:

dudv disse...

Excelente! Eu falo muito sozinho.

Angela disse...

Espero que não se esgane! :D
um beijo Duduv.