segunda-feira, 15 de março de 2010

Como a mamãe

Encarte da Mattel - imagem recebida por e-mail


Cada vez que Lucinha via o pai ser violento com a mãe, se refugiava no quarto com as barbies. A mãe comprava todas as novidades produzidas para que a menina aprendesse a ser sexy. Quando ganhou os silicones que aumentavam os seios das bonecas, exultou. Via a mãe colocando as próteses e acabou por pegá-las emprestadas para ir à escola. Maquiada, com os seios saltando da blusinha colegial, Lucinha não voltou. Justo como a mamãe, foi agredida e estuprada.


escrito em 14-03-2010

2 comentários:

dudv disse...

Terrível e como isto acontece por aí. Ótima narrativa.

Angela disse...

Você viu Dudv, este "brinquedo"?
É um espanto!
Obrigada sim? vou logo ver se há alguma novidade para ler no angu!