terça-feira, 26 de janeiro de 2010

suspeita


A mãe foi encontrada morta, asfixiada, ao lado da criança que dormia. A tia não conseguia esquecer a cena que presenciara na véspera. Sem saber que era observada, a pequena apertava a boneca enquanto, com expressão desfigurada, dizia repetidamente: - eu odeio, odeio, odeio!


escrito em 25-01-2010

2 comentários:

dudv disse...

Sinistro. Ótimo conto.

Angela disse...

Acredita que ouvi estas palavras terríveis de minha netinha de menos de três anos?
Estas crianças ficam vendo filmes terríveis e dá nisso!
Estou adorando sua fase atual, só sinto falta de te ler mais! Mas nada é perfeito... ou será?