domingo, 13 de setembro de 2009

Modismos

medusa - Arnold Böcklin



Durante anos trabalhou como psicanalista. Descuidava-se de sua aparência, pois só tinha tempo para as profundidades emocionais da existência. Um dia, um paciente relatou um sonho que tivera com ela e que lhe causou muito medo. Com seus cabelos longos e crespos, parecia a Medusa. Não contestou, mas ficou chocada e resolveu cuidar-se um pouco mais. No salão de beleza fez o alisamento da moda. Com o cabelo esticado e eriçado, ficou parecendo uma bruxa. Largou a profissão e passou a dar consultas esotéricas.

Escrito em 13-09-2009

4 comentários:

dudv disse...

Fantástico. Descobriu-se. Lembrei do conceito de alteridade.

Angela disse...

Dudv
Obrigada. Só discordo do 'descobriu-se" - acho que extamente tentou fugir do que era e ser o que não era, mas o que esperavam dela.

ma disse...

O recorte irónico, o final inesperado mas tão interessante - Adorei!!!

Beijinho

Angela disse...

MA
Que bom estar por aqui! Eu é que adoro seus comentários! bj