quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Inesperança

o velho homem triste - quadro de Van Gogh


O planeta aquecia e secava. Mares vazios, florestas petrificadas, animais morrendo à beira de rios lodacentos, o tornavam triste e apreensivo. Na propriedade que cuidara por tantos anos ainda havia águas límpidas e vegetação. Ali, no ano novo, reuniu a família. Preparou leitos confortáveis, refeição saudável e lhes ofereceu o mergulho no lago. À noite, exaustos, caíram em sono profundo do qual jamais acordariam para sofrer como o resto do mundo. Assim planejou ao envenenar as águas, os alimentos e o perfume ambiente. Pela manhã, certo de que havia feito o melhor por seus amados, ao beber a taça preparada para si, ouviu a notícia sobre a mudança climática inesperada que beneficiaria a vida sobre a Terra.

escrito em 23-09-2009

3 comentários:

dudv disse...

Quis proteger as pessoas queridas. Triste conto e verdadeiro.

dudv disse...

Você mudou o visual do seu blog? Está bonito.

Angela disse...

dudv
Obrigada.
Apenas reforcei algumas cores que estavam apagadas.