segunda-feira, 8 de junho de 2009

Tempo surdo

'monument' autor -ajsikel



Tempo vazio escuro. Impossibilitado de pensar e escrever, emudecia e o desânimo minava sua força. Devagar, começou a penetrar no túnel tateando paredes que não divisava. Afinal escutou farfalhar de folhas secas. Mais perto, viu letras, muitas letras emboladas, forçando passagem por pequeno orifício sujo, entupido por sinais incompreensíveis. Tudo à volta era devorado por um inseto gigante que roia em ritmo lento e constante. Precisava chorar, mas havia esquecido como. Então se lembrou do instrumento e de seu abandono. Notas e lágrimas irromperam juntas, escorrendo luz.



escrito em 6-06-2009

2 comentários:

dudv disse...

Sem palavras...

Angela disse...

dudv
Os textos carregados de afeto te tocam mais, não é? Assim me parece!