quarta-feira, 10 de junho de 2009

O peso

no mercy by blimpa


Era otimista e cheia de fé na vida. Na rua, tropeçava porque vivia olhando para cima. Naquela tarde, próxima ao prédio onde morava percebeu algo caindo do alto e, ato contínuo, divisou a criança esquecida pela babá, bem na linha de queda do objeto. Lançou-se em direção ao pequeno, justo a tempo de empurrá-lo para longe. Foi ao chão atingida pela bíblia que a vizinha religiosa, em discussão fanática com o marido, lançara pela janela.


escrito em 10-06-2009

2 comentários:

dudv disse...

Nossa!! Ainda bem que salvou a criança. O seu conto me fez pensar como podemos nos tornar assassinos de repente. Um ato impensado pode ocorrer uma tragédia. Sei que não era esta a ideia principal do texto, mas a sua história me remeteu a esta pensamento.

Angela disse...

Dudv
É isso mesmo Dudu! Sei de um caso de uma suicida que caiu sobre uma pessoa que passava e a matou, fora o que pessoas descontroladas e sem educação podem causar quando jogam objetos pelas janela. Em minha casa, sofremos um incêndio terrível por causa de um cigarro aceso jogado pela janela num andar acima do nosso!