quarta-feira, 20 de maio de 2009

Em igual compasso

Hungry for your touch - 1971- Jan Saudek




Quando ela me deixou, conheci o desespero. Quase morto, vivia preso apenas à esperança de seu retorno. Racional e dedicado às idéias, através dela descobrira meu corpo em sensações nunca experimentadas.
Certo de que ninguém poderia despertar-me igual prazer, tornei-me insistente e enfadonho, afastando-a ainda mais. Passado algum tempo, por carência momentânea ou para testar seu poder sobre mim - ela conhecia e gostava deste jogo - chamou-me à sua casa. Antevendo o gozo da paixão fui às pressas, mal disfarçando a excitação. Algumas horas perdidas em seu corpo morno e meu ser inteiro estava frio e quase enojado. Naquela noite, o fim encontrou-se em nós no mesmo espaço e tempo. Senti-me livre e novamente vivo!



Escrito em 03-03-2009- para Minguante- O FIM

2 comentários:

dudv disse...

Vi um filme! Seria uma película mavilhosa.

Angela disse...

Dudv Sim, e garanto que foi uma experiência maravilhosa!