quarta-feira, 29 de abril de 2009

desencontos

helling hospital-foto de felixscool



Seu sapatinho perdido não era de cristal e ela, menos que um rato ou uma abóbora. Depois da sessão de choques, descia as escadarias para seu inferno branco, vazio, oco. Perdia-se de si mesma e o sapato, entre tantas faltas não fazia, mas o borralho era tudo o que queria para aquecer a alma despedaçada e fria.


escrito em 28-04-2009

2 comentários:

dudv disse...

Estou gostando desta série.

Angela disse...

dudv Não sei será uma série, exatamente, mas este lugar me suscitou muitos pensamentos e sentimentos.
obrigada, sempre.