segunda-feira, 2 de março de 2009

O carrasco

foto modificada de Aribert Ferdinand Heim, o Doutor Morte

Criança, Erlich Ungerer já se sentia dividido entre forças internas difíceis de conciliar. Este sofrimento levou-o à psiquiatria para ajudar outros enquanto conhecia melhor seu próprio dilema. Um cargo político em tempo de guerra adormeceu sua faceta mais humana. Assumindo-se então como cruel carniceiro, poder e honras embalaram o sono de sua humanidade anestesiada. Banido do país viu, sob dores e culpas atrozes, emergir das brumas da inconsciência a parte delicada e mansa de sua psique. Especializou-se em ajuda humanitária, totalmente dedicada aqueles que, como ele, sofriam culpas e necessitavam perdão. Seus bens foram gastos nesta cruzada e passou anos sendo elevado pelo amor e gratidão dos que recebia de coração aberto, até ser preso e deportado; acusado pelos crimes que cometera.Velho e alquebrado encontrou afinal a integração desejada quando, antes de morrer, matou piedosamente os policiais que o prendiam imbuídos dos mesmos motivos pelos quais o condenavam.


escrito em 1-03-2009

2 comentários:

dudv disse...

Uma história que mostra como o ser humano é complexo. Por isso, que o caminho do maniqueísmo do bem contra o mal é mais aceito pelas pessoas.

Angela disse...

dudv
Concordo com vc.! É mais fácil ver a vida e as pessoas em preto ou branco, sem nuances e cor! Obrigada dudv!