terça-feira, 7 de outubro de 2008

Pobre Homem pobre

Tribus de L' Omo - foto de Hans Sylvester


Passaram a vida criando belas proteções contra predadores, descobrindo o prazer de viver sem se preocupar com identidades. Tornaram-se frutos, abriram-se em flor, fizeram-se animais, disfarçando-se nas matas e nas águas. Quando o homem civilizado os descobriu, encantou-se e captou-lhes as almas em suas máquinas inconseqüentes. Como os animais, foram roubados em sua inocência original. Na mídia, estão mortos, destruídos pela cobiça dos que desaprenderam o viver.





escrito em 07-08-2008

4 comentários:

eduardo disse...

Realmente, muito trisite. Os "civilizados" são mais cruéis do que a besta faminta.

Angela disse...

Eu penso assim Eduardo, há quem ache isto muito bom!

Huckleberry Friend disse...

Continua a ser um prazer ler estes breves argumentos... deixo aqui um convite para o primeiro aniversário do codornizes. Abraços!

Angela disse...

Huckleberry Friend
Parabéns pelo blog e mais ainda pela "festa" tão criativa!
Muito boa a sua idéia! Já deixei meus passos por lá!