sábado, 6 de setembro de 2008

Dona Baratinha



Baratinha, sentindo-se rica, perfumou-se e enfeitou-se para escolher quem faria mais gostoso, sem assustá-la!
Não percebeu que, com tanta delicadeza, Don Ratão já dava pinta de que era louco por um toucinho!




Postado em IDEÁLIA a 7/24/2007

2 comentários:

ma disse...

Está o máximo!!!!
Adorei o conto, e a imagem nem se fala.

:) :) :)

Angela disse...

ma, minha querida!
sinto-me tão bem compreendida por ti e pelo Mocho falante que entende tão bem os meus poemas!
Não sei se em Portugal chamam de baratinha a "perseguida" como brincava meu pai!
Vc. entendeu tudo, assim me pareceu!