quinta-feira, 29 de maio de 2008

Core anciã

odurzania - foto de holethorn

À medida que envelhecia sem ter vivido o amor, treinava, às noites, o rito nupcial. Por senso estético, o único pudor que ainda lhe restava, levava as flores roxas. Elas protegiam o corpo débil e falido, enquanto percorria o corredor da capela mortuária, ao encontro de Hades.



escrito em 27-05-2008

5 comentários:

Clarisse Milano disse...

e a coruja a observava para permitir que as coisas fossem vistas na sua totalidade...

Angela disse...

Obrigada Clarisse!
Quem sabe a deusa Atena, sob sua forma animal, para garantir que esta adolescente já idosa não se perdesse nos negros caminhos...

dudv disse...

Excelente.

Clarisse Milano disse...

quem sabe, Angela!? quem sabe!? sei q adoro teus microargumentos, por isso tens um link no meu blog: www.rapidaefuncional.blogger.com.br para q todos q por lá passam possam te ler tb! Bj.

Angela disse...

Grata, como sempre, Dudv!


Clarisse!
Muito me honra estar em seu blog e que goste de meus contos.
Um beijo e vou lá conhecer seu espaço.