sexta-feira, 4 de abril de 2008

Justiça divina

vidas mal vividas -Paulo César - olhares.com




Em vida, tinha sido preguiçoso e acomodado. Quando morreu, pensando na boa vida, quis ser anjo. Recebeu, como encargo de aprendiz, ser guardião de um bêbado.



escrito em 2-04-2008

8 comentários:

eduardo disse...

Vai ter muito trabalho...

Excelente!

Grogal disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Júlia Moura Lopes disse...

trabalho árduo,sem dúvida!

"ao menino e ao borracho,Deus põe a mão por baixo"

beijinho

Angela disse...

Eduardo
É, o cara não vai ter chance para descansar!

Júlia
Não conhecia este ditado. É perfeito!
Quantas vezes um netinho meu não bate a cabeça por um triz, como se houvesse uma mão, entre o objeto e sua cabecinha!

Sammia disse...

Nossa Angela, excelente!
Amei.
Dormirei a pensar sobre. Boa noite.

Júlia Moura Lopes disse...

É um ditado português muito antigo, Angela e muito verdadeiro.

Anônimo disse...

Adorei este conto.
Pensei que a justiça fosse muito pesada!!! Felizmente, ele pode ser
um espirito de luz, apenas tinha que prestar muita atenção ao seu protegido.

MA

Angela disse...

sammia
Você é preguiçosa? Ou está?
Não se preocupe, quem sabe te dão uma criança bem pestinha pra cuidar? :D

É sim, Julia, ótimo! eu adorei.

MA
Nem sempre a justiça é pesada. Aqui foi pelo aprendizado. Creio que para uma falta pesada, será assim também, será? vemos tudo tão estreitinho, não é? sabemos nada de coisa alguma!