terça-feira, 29 de janeiro de 2008

Lixo Urbano

lixo- desconheço o autor


À noite, saíam pela cidade revolvendo o lixo. Para sobreviver, vendiam sucata. Os sacos, abertos e rasgados, expunham os dejetos da cidade sujando as ruas. Gatos e ratos espalhavam a imundície.
Josias ficara há pouco sem emprego. Consciente, depois de vasculhar os sacos, recolhia a sujeira e os fechava.
Os outros acharam que ele lhes atrapalhava o “serviço”, enganando-os e fazendo-os perder tempo. Deram-lhe violenta surra, deixando-o junto aos sacos abertos, desacordado, quase morto, um lixo!


escrito em 26-01-2008

5 comentários:

125_azul disse...

Há tanto lixo urbano por aí... somos uma sociedade injustíssima. Muito doloroso, este conto. Até porque muito verdadeiro. Beijinhos

dudv disse...

ser humano e vivo tratado como lixo. Excelente conto.

MA disse...

Os seus amigos têm razão, é uma historia triste e com muito lixo à mistura.
Mas Angela fartei-me de rir,O Josias perdeu o blog e dedicou-se à sucata? Não sabe quem é o Josias Gaudêncio o que me roubou o ramo de jacintos (JG)?

Não consigo parar de rir, por causa dos "trocadilhos" acerca das iniciais do nosso amigo.

MA disse...

Sou realmente do signo de peixes, e realmente só eu poderia escrever no ZOO a dizer o meu signo e depois espantar-me porque a Angela sabia tal coisa.
Não sei se sou genuína, mas 90%, no mínimo, das características deste signo assentam-me não como uma luva, não como uma segunda pele, mas directamente.

Desculpe se " desvirtuei" o seu conto.
Beijos.

Angela disse...

Amigos!
Parece que esta realidade triste afeta a todos nós, seja no norte, seja aqui ao Sul!

Entretanto a turma do zoo conseguiu fazer mais leve esta história, e só agora é que eu soube das brincadeiras com o nome de nosso amigo J.G. O Josias, Juvenildo, Juvêncio dos anzóis carapuça!

Além do mais, a peixa MA aida acrescentou um horóscopo extra, pois como boa peixa que é engloba tudo mas nem sabe de coisa alguma!
É claro que não desvirtuou, MA, sirva-se!
Acho que desconheces que estudo astrologia há muitos anos! um beijo e grata a todos!
Lembranças ao Sr. Jiroflê Gumercindo!