quarta-feira, 31 de outubro de 2007

A Coca

Coca ou -Jack-o-Lantern_by Toby Ord

Quando menino, a mãe o embalava para dormir. Ficava livre da Coca e o sono chegava manso. Mais tarde, corria das luzes das abóboras nas janelas e jardins. Hoje, no quarto do sanatório, embala o pobre corpo quase destruído e canta baixinho – “Vai-te coca, vai-te coca pra cima do telhado, deixa este menino dormir sossegado.”



escrito em 31-10-2007

4 comentários:

dudv disse...

Nossa... muito forte.

Angela disse...

dudu

A coca é como a nossa Cuca do sítio do picapau, lembra? mantive este nome para fazer um paralelo com a cocaína. A droga ou o sofrimento mental é sempre forte e difícil! Acho que ser humano algum precisa de mais amor que estes!

Speed disse...

Cara, parei aqui por links que levam a links. Tua escrita é muito boa. Só sinto que parece que você coloca microcontos porque não consegue desenvolver a historia. Esse é o grande "barato" de escrever. Deixar que a cada paragrafo o leitor se prenda ao contexto. Ao ponto que se ache parte dele, e não saia mais...

Angela disse...

Obrigada. Não sei o que conhece ou pensa sobre minicontos. Muitos pensam que é mais difícil ser conciso do que se estender no tema. Provavelmente não conhece meus contos maiores.
Tudo é uma questão de opinião, concorda?