quinta-feira, 20 de setembro de 2007

Fantasias ?

-Vovó, esconde o palhacinho! Tenho medo.
Não liga não, ele é de brinquedo, não te fará mal.
Pela manhã, a avó procura o menino.
Sob a cama, jaz o pequeno, cianótico, contraído,
apertando o pescoço do palhaço.


escrito em 07-09-07

4 comentários:

eduardo disse...

Forte. Vaijando um pouco... me fez pensar que a gente não pode menosprezar os problemas de ninguém, achar que são menores. Todos nós temos fantasmas e medos, lógico que temos que superar, porém, o outro não deve diminuir os problemas alheios. " Isso é coisa de criança", para ela isto é importante e precisa respeitá-la.

Angela disse...

Eduardo
É isso aí! Concordo tanto com vc. que guardava este palhacinho no armário semore que meu netinho pedia e, conversando muito antes do sono ele acabou perdendo o medo.
Quando escrevi isto pensei na capacidade que o medo tem de paralizar uma pessoas. Obrigada por sua viajem tão humana!

125_azul disse...

Dark e poderoso. Não pararei nunca de me espantar como seu poder de transformar 5 linhas numa viagem, esta ao canto do medo das nossas memórias. Beijo

Angela disse...

Querida
este foi inspirado pelo nosso Bibo e por este mesmo palhacinho que fotografei, mal á bessa!
É claro que a vó aqui guardou o palhacinho até que ele nem se lembrou mais dele nem do medo!E muitas conversas de permeio também.
Esta imagem é tão arquetípica! Eu tive este medo, vc. também?