domingo, 4 de dezembro de 2016

Meu sono fugiu



ainda estava escuro quando ele escapou e eu não mais consegui pregar olho. Fiquei zanzando, estranhando este despertar inusitado e comecei a procurar o fujão. Fui encontrá-lo entre dobras de minha mais nova coberta vermelha. Ele tremia e a custo me disse que abriu os olhos e teve medo da escuridão, me chamou mas eu não lhe dei confiança, então fugiu e me deixou alerta como há muito tempo não tenho estado.  
 

11-10-2016

2 comentários:

Eduardo Oliveira disse...

Adorei este, Angela!

Angela disse...

umas maluquices que funcionam...:D