sexta-feira, 22 de abril de 2016

Vacuidade da dor


O pássaro não sabia contar o tempo, mas cansava de tentar acordar o homem da tristeza. Por mais que cantasse, bicasse sua cabeça ou fizesse companhia, ele era duro e permanecia naquele sofrer tolo e inútil.

em 22-04-2016

 

2 comentários:

Eduardo Oliveira disse...

Adorei este!!!

Angela disse...

é muito bom te saber por aqui. sou muito grata. bj pra vc.