quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

Adequações

terceira versão da Ilha dos mortos de Arnold Böcklin

Durante anos habitou a ilha dos mortos e era feliz. A cada nova alma que chegava, renovava sua certeza de que o mundo fora andava muito estranho. Quando foi obrigado a morar entre os vivos entrou em depressão profunda. Todo dia desejava morrer para voltar a ser feliz.


em 06-11-2015

2 comentários:

Eduardo Oliveira disse...

Pois é...

Angela disse...

Hoje o mundo dos vivos se tornou quase um inferno, não é? :(((