domingo, 26 de julho de 2015

Alma velha






Tinha menos de trinta anos, mas era como se houvesse vivido muitas vidas. Ouvia como assistente social, acolhia como amiga e aconselhava em família, sentia-se exausta e não tinha quem a ouvisse.

em 17-07-2015

3 comentários:

Eduardo Oliveira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Eduardo Oliveira disse...

Há pessoas assim, mas não são valorizadas como deveriam ser.

Angela disse...

valores? coisa difícil de avaliar... a própria pessoa precisa se gratificar com o que lhe é necessário. Eu acho.