quinta-feira, 12 de setembro de 2013

Erros


 
 
Queria mudar, ser diferente. Crítica em excesso, atribuía às pessoas o sentimento de rejeição que morava em si mesma. Deprimida, saltou pela janela para acabar com tudo, mas um toldo no caminho amorteceu a queda. O socorro chegou enquanto ela repetia baixinho: Nem isso eu fiz certo...

escrito em 02-09-2013
 

 

2 comentários:

Eduardo Oliveira disse...

Forte. Confesse que esse microargumento reflete como me sinto, à vezes. Como se fosse em descompasso com o mundo.

Angela disse...

Querido Eduardo, em um mundo imenso e massificado, é caso de orgulho estar em descompasso!
Sou por você!