domingo, 14 de abril de 2013

Lado B_____________________



 
Tudo que escrevia estava imerso em mistério, dúvidas, insinuações e intrigas. Pareciam contos nascidos em castelos assombrados. Sua vida, entretanto, era límpida, clara, objetiva e simples como uma linha reta. Esta forma insípida, desinteressante e monótona de viver, sugeria que, por trás dele, pudesse existir um fantástico ghost writter!
 
escrito em 13-04-2013

2 comentários:

dudv disse...

Adorei esse!!

Angela disse...

foi uma boa idéia, pena que a palavra inglesa para escritor-fantasma, se tornou tão batida que nem funciona traduzida, não é?
bj pra vc.