sábado, 2 de março de 2013

Depois do acidente



 
Era um de seus primeiros passeios a sós, depois de tanto tempo sob tratamento. No museu, diante da estátua grega de Hermes, desejou que o homem que a atropelou também estivesse mutilado como aquela obra. Morto, ele estava livre enquanto ela, paralítica, ficara com a solidão e a impotência.

escrito em 27-02-2013

2 comentários:

dudv disse...

Sem palavras, angela.

adorei.

Angela disse...

obrigada Dudu!