domingo, 23 de dezembro de 2012

O Essencial



 
Guardou tudo que tinha. Roupa, sapatos e objetos. Ao empilhar as malas percebeu que não tinha para onde ir. Ficou.
Aos poucos, foi descobrindo do que, de fato, necessitava. Deu todo o resto. 
 
escrito em 23-12-2012  

2 comentários:

dudv disse...

Lindo...

Angela disse...

Uma boa noção de desapego, não é?
todos precisamos aprender a não acumular. Agora que envelheço percebo bem isto.