sábado, 9 de junho de 2012

Um Homem Ilustrado



Rod Steiger no filme The Illustrated man - 1951

Não consegui desviar o olhar das tatuagens do homem da estrada até me perceber no espaço. A caminho de Marte encontrei um senhor bastante familiar que sorria ao me dizer: - Eu desconfiava que o mundo não acabaria. Ainda bem que não dei nenhum veneno às minhas filhas, era apenas o dia da minha grande viagem.
Retomando a consciência, o reconheci: Era Bradbury.

Escrito em 07-06-2012 

2 comentários:

dudv disse...

Interessante...

Angela disse...

Pois é Dudu, meu escritor favorito se foi! Tentei fazer uma homenagem à ele usando detalhes de contos seus e o gosto dele por Marte. Creio que só os leitores de Bradbury perceberão as relações que fiz.
Agora talvez reeditem seus livros antigos. Creio que vc gostaria de ler "O Homem ilustrado".