terça-feira, 12 de junho de 2012

Em Foco



O pai brincava de jogá-lo para o alto e ele adorava. Mas hoje, chorava sem parar. Questionado, nada dizia e os gritos não cessavam. Ao subir, do altotinha visto a mãe indo embora de casa, cheia de malas e no carro do vizinho.

escrito em 15-05-2012

2 comentários:

dudv disse...

Forte.

Angela disse...

Obrigada por ser tão presente, Dudv!