segunda-feira, 9 de abril de 2012

A Vindima


O Mês da Vindima - 1959 - R. Magritte
 


Naquela época do ano, quando os pais abriam a casa, ela sentia o cheiro do perigo e se escondia sob a cama. Jamais se sentiu madura.
 
escrito em 08-03-2012

4 comentários:

dudv disse...

Ela era uma fruta que não queria ser devorada.

Angela disse...

Mais que isto. Não queria passar pela transformação, como acontece com a uva quando é colhida e feita vinho.

dudv disse...

Entendi agora. Foi mal, viajei.

Angela disse...

Oi Dudu, acho que entendeu sim. Fiz uma analogia entre uma moça que se esconde para não ser envolvida em um relacionamento e sair de casa, crescer e se transformar- deixar de ser uma menina (uva) e tornar-se mulher (vinho).