terça-feira, 17 de abril de 2012

Imaginário



  
À tarde ela ia, linda e graciosa, a caminho da escola
Passou a segui-la, obcecado. Acabou casamento, abandonou filho e tirou licença do trabalho para não perdê-la um instante.
Quando ela não apareceu, não dormiu, não comeu e saiu em buscaOlhos esbugalhados refletiam terror inocente quando ele a sufocou vingando a rejeição recebida.

escrito em 17-04-2012

2 comentários:

dudv disse...

Impactante.

Angela disse...

A imaginação faz cada coisa que nem podemos imaginar...