terça-feira, 20 de setembro de 2011

Uma Doce Vida

Anita Ekberg no filme La Dolce Vita de F. Fellini.


Fã do cinema italiano, torcia para que os tempos de glória dos grandes diretores retornassem. Morreu dormindo e só percebeu que não mais vivia quando esbarrou em Mastroiani e viu que estava na Fontana de Trevi. Ao escutar o som das águas teve medo. Quando ouviu um miado, se deu conta de que, então, era um pequeno gato branco. Agora só faltava esperar por Anita.

escrito em 19-09-2011

2 comentários:

dudv disse...

Lindo!

Angela disse...

Oi Dudu! Você, tão jovem, viu La dolce Vita? Eu estava com receio de ter sido muito hermética me referindo a este filme tão antigo.
Fico contente que tenha apreciado.