segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Inconsistência



Caminhava pela rua deserta quando olhou para baixo e não viu mais seus pés. Em seguida as pernas começaram a desaparecer e a invisibilidade subiu por troco e membros. Assustado, ainda sentia o coração galopando quando buscou seu reflexo no espelho de um prédio. estava seu corpo, por inteiro. Ao final da rua, ao atravessar na frente dos carros, soube que não tinha mais cabeça.

escrito em 24-10-2010


2 comentários:

dudv disse...

Coitado

Angela disse...

Talvez sim, talvez tenha se libertado de uma prisão física, já pensou?
bj e obrigada Dudv!